Em comemoração aos 50 anos de atuação da autarquia e do modelo Zona Franca de Manaus, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), instituiu os Programas de P&D voltados à Economia Digital, à Biotecnologia e à Formação de Recursos Humanos (Res. 4, 12 de setembro de 2017, CAPDApdf). Este conjunto de projetos é voltado para o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação de grande relevância para o desenvolvimento regional.

O Programa Prioritário em Economia Digital é uma iniciativa governamental para criar e fortalecer o ecossistema propulsor de empresas de base tecnológica na Amazônia Ocidental, financiado com as concessões concedidas por empresas na Zona Franca Brasileira.

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT) é habilitado como coordenador deste programa e vem desenvolvendo projetos que valorizam e intensificam a economia criativa, através do emprego de pesquisas e negócios na região.

Com o suporte do Programa Prioritário de Economia Digital, as empresas incentivadas podem, de uma maneira geral, realizar projetos de pesquisa e desenvolvimento de forma mais facilitada e com grandes oportunidades de retorno do investimento.

O conhecimento adquirido no Programa Prioritário de Economia Digital potencializa a aquisição de competências tecnológicas estratégicas e promove o desenvolvimento de novos negócios, produtos e serviços em Manaus, com impacto global.

 


ÁREAS DE DESENVOLVIMENTO

O Programa visa, além de iniciar startups locais, aumentar quantitativamente e qualitativamente os projetos de P&D em 7 áreas de Economia Digital:

áreas-de-desenvolvimento-programa-prioritario

VANTAGENS PARA AS EMPRESAS

PARTICIPAÇÃO ACIONÁRIA EM STARTUPS

Possibilidade de participação acionária em startups fomentadas pelo programa.

CONFORMIDADE LEGAL

Desburocratização da posição de conta dos recursos de P&D e redução dos riscos de glosa.

DISPENSA DE PPB

Criação de uma plataforma de pesquisa de PPB para investimento com possibilidade de alto retorno.

INVESTIMENTO EM SETE ÁREAS

Possibilidade de indicar os espaços que interessam em processar seus recursos.

LABORATÓRIOS / COMPETÊNCIAS

Estrutura única de laboratórios, avaliação em R$ 150 milhões, e suporte técnico com expertise global.

ITENS FINANCIÁVEIS

  • Programas de computador, máquinas, equipamentos, aparelhos e instrumentos;
  • Implantação, ampliação ou modernização de laboratório;
  • Recursos humanos diretos e indiretos;
  • Livros e periódicos técnicos;
  • Aquisição de material de consumo, nacional ou importado;
  • Viagens da equipe do projeto relacionadas aos objetivos do projeto;
  • Treinamento;
  • Serviço técnico de terceiros;
  • Outros Correlatos.

ITENS NÃO FINANCIÁVEIS

  • Pagamentos de juros e multas, tarifas bancárias e indenizações (inclusive PayPal);
  • Construção e reforma de instalações;
  • Operações (Capital de giro, etc);
  • Investimentos em Marketing.

 

REQUISITOS E OBRIGAÇÕES

  • A startup deve formalizar a abertura da empresa na Amazônia Ocidental e ter operação local;
  • A equipe de desenvolvimento precisa trabalhar na Amazônia Ocidental;
  • A empresa deve ter conta corrente em agência bancária no local da operação;
  • Prestações de Contas mensais (Técnicas e Financeiras) ao INDT;
  • O empreendedor é totalmente responsável por participar das atividades de estruturação e aceleração de negócios.

PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS

  • Durante a rodada de negociações, será definido o valor societário da startup que será cedido ao INDT e à empresa investidora;
  • Este percentual da startup será dividido na seguinte proporção: 5% para o INDT e 95% para a empresa investidora;
  • Caso a startup já tenha recebido algum investimento anteriormente, a participação societária só poderá estar comprometida até 49%. Os 51% restantes serão trabalhados no PPED;
  • Durante o desenvolvimento tecnológico no Programa Prioritário, a startup não poderá receber outro investimento externo, somente se for por bootstrapping.

CONTRAPARTIDA DO INDT

  • Equipe técnica especializada nas áreas de competência alinhadas ao Programa;
  • Laborátorios de classe mundial, com estrutura única na América Latina, avaliados em R$ 15 milhões;
  • Suporte de metodologia de empresas especializadas em Venture Building;

PROCESSO DO PPED

 

PROCESSOS DE SUPORTE AO PROGRAMA

Para a manutenção do ecossistema local do Programa Prioritário em Economia Digital foram criados 4 processos de suporte:

processos-de-suporte-programa-prioritario


PROJETOS EM ANDAMENTO


Projeto Arkbolson


Solução de segurança pessoal que promove a integração entre um aplicativo de botão de pânico e uma central remota de monitoramento e permite atuar no socorro a roubos, além da prevenção de furtos e sinistros.
Instituição executora: INDT


Projeto Plugae


Solução em nuvem para o processo de vendas online que permite a integração com marketplaces, ERPs e sistemas E-Commerce, sem aumentar os custos da operação. Fornece para indústria um novo canal de vendas e proporciona uma experiência entre fornecedor e consumidor eficiente e transparente. A solução promove melhorias no atendimento e operação dos clientes lojistas.
Instituição executora: INDT


Projeto UData


Desenvolvimento de uma ferramenta de inteligência de negócios que utiliza mineração de dados e técnicas de Big Data para análise de informações regionalizadas que permitam melhor tomada de decisão com foco em redução de custos operacionais. A solução atende clientes do varejo.
Instituição executora: INDT


Projeto Cloud Backup


Solução multiplataforma que promove a geração de backup na nuvem e gestão remota de backup de dados. Obedece às regas do Marco Civil e permite que clientes de todas as partes mantenham seus dados seguros, sincronizados e em conformidade.
Instituição executora: INDT


Projeto Observatório


Sistema de inteligência em segurança para o rastreamento, controle, identificação e monitoramento georeferenciado em tempo real, integrado às câmeras de segurança e viaturas e uso da tecnologia OCR.
Instituição executora: ITN

 

Projeto Speednow

Plataforma para realização de serviços de transporte de cargas que podem ser de variados volumes e versatilidade na entrega. O veículo pode variar de moto a caminhões de carga. A aplicação oferece a catalogação do inventário, sistema de avaliação, agendamento de vistorias, coleta, entrega e rastreamento da entrega. Instituição executora: ITN

 

Projeto RINA

Solução que tem como objetivo mapear a hidrografia para navegação nos rios da Amazônia, utilizando uma plataforma tecnológica e colaborativa, que compile informações extraídas de equipamentos de auxílio à navegação e forneça dados para o monitoramento e suporte à navegação.
Instituição executora: INDT


Projeto Mobibuzz

Solução que permite a terceirização da operação de entrega, eliminação da gestão de entregadores, uso de tecnologia de geolocalização e roteirização e acompanhamento em tempo real do pedido pelo consumidor final.Instituição executora: INDT


NightWing

O desenvolvimento de Drone autônomo é uma solução para um grande problema, que é a questão da segurança, quer seja patrimonial, e/ou de estradas, grandes avenidas, etc., isso porque além de efetivamente executar uma rotina, todo o percurso é mapeado por câmeras de alta resolução, onde as imagens são enviadas em tempo real para uma central de monitoramento, que se necessário toma as ações adequadas.
Instituição executora: INDT


APTO – Academy Plataforma de Transformação Online


Plataforma de aprendizagem totalmente inovadora para a capacitação de minorias, através da integração de cursos de curto, médio e longo prazos com plug-ins de acessibilidade, possibilitando a capacitação de profissionais que buscam a inserção no mercado de trabalho, bem como os que buscam novos conhecimentos úteis e necessários para se manterem inseridos e que buscam um diferencial para as empresas. Instituição executora: FPF Tech


Rubi
Solução de software que promove a otimização do processo de seleção de institutos mais adequados à execução de um determinado projeto do PPED, proporcionando transparência e eficiência para a execução do mesmo, além de promover a preparação e retenção de mão de obra especializada no ecossistema de inovação tecnológica da Amazônia.
Instituição executora: INDT


Projeto Quantum

Plataforma de modelagem especializada, focada no uso de ferramentas em machine learning que analisará os indicadores de rede fixa e móvel  que identifica problemas de desempenho e gera alarmes, com estratégia de negócio criando um ambiente duradouro para inovação, mantendo a equipe dedicada para melhoria continua de performance.
Instituição executora: INDT


Hitech Electric


Plataforma integradora de sistemas de veículos elétricos, oferecendo Mobilidade como serviço – Mas, assim como conectividade e compartilhamento de informações, ideal para centros urbanos que possui um grande potencial de Mercado.
Instituição executora: FPF Tech


Neutrino

Plataforma web inteligente para atuação no mercado nacional, na qual importadores e exportadores de produtos conseguirão a liberação aduaneira de suas cargas de forma automática, em tempo real e a baixo custo, sem necessidade de despachante e de um time grande para execução dos processos.
Instituição executora: FPF Tech


Conectar

Desenvolver um dispositivo de hardware de comunicação, composto de placa de circuito impresso eletrônico e invólucro, que possibilite a conexão de uma luminária de iluminação pública com uma rede de comunicação sem fio.
Instituição executora: INDT


LABORATÓRIOS

indt-lab-programa-prioritario

Atualmente, o INDT conta com 7 laboratórios exclusivos de última geração que formam um conjunto único no mundo em uma mesma instituição:

  • Telecomunicações;
  • Experiência do Usuário;
  • Nuvem e Big Data;
  • Hardware e Manufatura;
  • Segurança Cibernética;
  • Validação de Produtos;
  • Testes de Qualidade de Produtos (Audio/Automação/Funcionalidade de Operadoras)

Mantidos através de parcerias com uma iniciativa privada, os laboratórios do INDT somam um investimento aproximado de 150 milhões de reais. Além da realização de projetos de base tecnológica e prestação de serviços ao mercado, esta infraestrutura laboratorial tem um papel fundamental na execução de projetos do Programa Prioritário de Economia Digital.

 

FORMA DE INVESTIMENTO


Os investimentos no programa ECONOMIA DIGITAL deverão ocorrer na forma estabelecida no art. 16 da Resolução CAPDA nº 4, de 12 de setembro de 2017, na conta:

Banco do Brasil
Agência: 5781-9
Conta Corrente: 9.197-9
Instituto de Desenvolvimento Tecnológico – INDT
CNPJ: 04.802.134/0002-68.

 

VAMOS CONVERSAR?

Bruno Manso – Diretor do PPED
bruno.manso@indt.org.br
+55 62 98131-3577 | 92 2126-1005

Elaine Garcia – Gerente PPED
elaine.garcia@indt.org.br | atendimento.pped@indt.org.br
92 98129 9587 | 2126 1030