Contratação de Serviços de Pesquisa e Desenvolvimento

Um dos modelos de investimento é a contratação direta de serviços de P&D. Possuímos profissionais altamente capacitados em diversas áreas do conhecimento, possibilitando a oferta de uma gama extensa de soluções e aplicações. O foco na satisfação do cliente fortalece o ciclo de negócios e geração de conceitos e produtos inovadores.

Lei de Informática

Somos credenciados junto ao MCTI (Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovação) e à Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) para desenvolver projetos de P&D. A Lei concede incentivos fiscais para empresas do setor de tecnologia (hardwares e componentes eletrônicos) que produzem no Brasil e decidem direcionar parte dos recursos destinados a impostos para a execução de projetos de P&D e que sejam produtoras de algum item cujo NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) conste na lista de produtos incentivados pela Lei.

Lei do Bem

Prevê incentivos fiscais a empresas que realizam pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica, sendo possível recuperar até 34% dos recursos investidos. Empresas com lucro real e fiscal, regularidade fiscal (emissão da CND ou CPD-EN) e que invistam em P&D estão habilitadas a obter os incentivos fiscais da Lei.

ANP

A obrigação – firmada pelo contrato que rege a exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil – estabelece investimento em P&D no valor mínimo de 0,5% da receita bruta da produção de empresas petrolíferas junto a universidades ou institutos de pesquisa nacionais, como o INDT, que são credenciados pela ANP (Agência Nacional de Petróleo).

ANEEL

A Lei nº 9.991/2000 obriga empresas (concessionárias, permissionárias ou autorizadas) de distribuição, transmissão e geração de energia elétrica a aplicarem um percentual anual de sua receita operacional líquida no Programa de P&D do setor, cabendo à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) regulamentar e avaliar projetos elaborados, submetidos e executados em parceria com institutos de pesquisa.

Inovar-Auto

Criado pela Lei nº 12.715/2012, o Inovar-Auto (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores) é o regime automotivo do Governo Brasileiro que tem, entre outros objetivos, criar condições para o aumento de competitividade no setor automotivo, produzir veículos mais econômicos e seguros, e investir em P&D. Podem ser beneficiadas empresas que produzem, apenas comercializam veículos no país ou apresentem projeto de investimento para produção de veículos no país.

PADIS e PADTV

Os segmentos de semicondutores e TV Digital passaram a contar com incentivo fiscal, por meio do PADIS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores) e PATVD (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Equipamentos para TV Digital). Empresas que produzem ou desenvolvam componentes para estes segmentos podem desonerar-se de determinados impostos e contribuições federais incidentes na implantação industrial, produção e comercialização dos equipamentos beneficiados, desde que invistam em projetos de P&D do setor.

Fale conosco e conheça os detalhes sobre nossas formas de financiamento e como, por meio delas, podemos inovar a favor do seu negócio.

compartilhar esta página

inovação a favor
do seu negócio

Vamos conversar?

Vamos conversar?